Quem sou eu

Minha foto
PARÁ DE MINAS, MINAS GERAIS, Brazil
Muitas qualidades, muitos defeitos, mas é no equilíbrio que se leva a vida em frente. Desistir nunca, o ceú é o limite, e mesmo depois temos o espaço.

ARQUIVO DO BLOG

Mais Você-Ana Maria

Mais Você-Ana Maria

N.E.O.Q.E.A.V

N.E.O.Q.E.A.V
NUNCA ESQUEÇA O QUANTO EU AMO VOCE


MINHA MÃE ENIA

ENIA MELGAÇO

ENIA MELGAÇO

MÂE ,VOCÊ É UNICA PESSOA NO MUNDO QUE MERECE ESTA HOMENAGEM...

Toda e qualquer injustiça, revida com genuíno amor.Renuncia-se a si própria, não se importa com a dor.Quando ela se ajoelha, para pedir por um filho.Mobiliza o céu inteiro, que pára ante seu clamor.Oração de mãe Deus ouve, reconhece tal sentimento.Só ao Seu amor se compara tamanho desprendimento.Na vida dos filhos é benção, e do céu, a dádiva maior.Abre mão de seus anseios, jamais espera louvor.Do amor que lhes dedica nunca lhes imputa débitoVibra com suas vitórias, esquece o próprio mérito.Essa doce fera vive pra proteger sua prole.E se um deles se ferir, não há o que a console.Amor de mãe é pra sempre, como o amor de Deus.Com a força de uma leoa, ela defende os seus.Mesmo com a própria vida, disso não abre mão.Amor que nos impulsiona e acalanta o coração.


UM BEIJO CARINHOSO DE SUA FILHA
ZANZA

MÃE

MÃE
Mãe: palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria. Ser mãe não é só dar a luz e sim, participar da vida dos seus frutos gerados ou criados. Obrigado por termos você

MINHA ETERNA PAIXÃO

MINHA ETERNA PAIXÃO

QUEM TE ENSINOU A NADAR?

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Nossa cidade, feliz, agradece a homenagem.

São Clemente 2009








G.R.E.S. São Clemente - Samba-enredo 2009
Rodrigo Índio, Alexandre Araújo, Fábio Rossi, Rodrigo Telles, Armando Daltro

O menino fugiu pra ser artista
Voou pro mundo como faz um trapezista
Vendia o pão de cada dia pra sonhar
O palco é o seu lugar
Um dia o destino traçou
O céu de lona a brilhar,
A cara pintada de branco
E o coração colorido de amor
Da realidade fez palhaçada
Talento não tem raça nem cor
Encanto e sorrisos por onde passava
Aplausos... O show começou!

"Domo-a-dor" com esperança... Um lutador
Tem magia na cartola... Tem sim senhor!
(bis)
Dou cambalhota, sou um rei no picadeiro
Na corda bamba se equilibra o brasileiro

Segue a caravana pela história
Viu a liberdade de uma raça ser prisão
A Monarquia caiu, o marechal coroou
A obra do palhaço trovador
"Beija-a-mim", circo teatro que "com-graça"
Apoteose te abraça
Tira a máscara e revela
Veja que é preta e amarela
As cores de um grande amor

Lá vem São Clemente, desponta a guerreira
Moleca, faceira, que me faz feliz
(bis)
Eu trago no peito paixão verdadeira
Meu beijo moleque não é brincadeira

HOMENAGEM AO PRIMEIRO PALHAÇO NEGRO DO BRASIL:
BENJAMIM DE OLIVEURA - NATURAL DE PARÁ DE MINAS-MG

De onde é este palhaço: Pará de Minas - MG

Benjamin de Oliveira, “o palhaço negro”, cantor, compositor, autor e ator. Nasceu em 1870, em Pará de Minas, Minas Gerais, Brasil. Nasceu, mas era filho de mãe escrava. Sua infância foi cheia de privações: “muitas vezes” - conta em suas memórias - “passávamos dias e dias comendo abóbora e fubá”. Fugiu da fazendo onde morava ainda criança; fugiu para uma vida de aventuras e desventuras, permeada de fatos inusitados, como quando, ainda criança, um grupo de ciganos tentou vendê-lo como escravo; a filha de um dos ciganos, que era sua amiga, no entanto, denunciou o plano de seus parentes e, num aviso combinado entre os dois, Benjamim conseguiu escapar enquanto o grupo dormia. Anos depois, já dentro do mundo do circo, o “negrinho” era pau pra toda obra: cuidava dos animais, limpava a lona, etc. Até que um dia...

O palhaço do circo fica doente! Reunidos em volta da mesa, o dono do circo e os artistas discutem quem assumirá a importante tarefa de fazer rir ao público. Alguns, com medo de serem escolhidos, pedem demissão; outros, inventam desculpas para não carregar tal e pesado fardo; Albano, um dos donos do circo, por fim, declara: “já sei! O moleque Benjamim vai ser o palhaço!” Benjamim não estava sentado na mesa, como negro e serviçal naquela época, ele estava sentado no chão, ali por perto, sem prestar muita atenção. Ao ouvir as palavras de Albano, Benjamim tremeu, mas foi aí que sua história mudou.

Pela primeira vez foi ao picadeiro como palhaço, e pela primeira vez recebeu enorme vaia do público. Mas Benjamim já havia passado por provações maiores. Continuou atuando e sendo vaiado, palhaço sem graça, até que um dia jogaram-lhe, no picadeiro, uma coroa de capim. Com presença de espírito, ele disse: “Se a Jesus lhe deram uma coroa de espinhos, porque não devo aceitar uma de capim?” E, dizendo isso, colocou a coroa de capim sobre sua cabeça. O público aplaudiu. A fama de Benjamim foi aumentando, tranformando-se num dos mais importantes palhaços de nossa história: é considerado o criador do circo-teatro no Brasil e, quem sabe, no mundo. Quando o circo a perder seu público, a princípios do século XX, Benjamin introduziu, no espetáculo circense, pequenas comédias que ele mesmo escrevia, adaptadas, muitas das vezes, de obras clássicas.

Benjamim precedeu, no picadeiro, aos grandes nomes que vieram depois sem, no entanto, tirar-lhe o privilegiado lugar que ocupou, principalmente pela energia de suas atuações. Palhaço perfeito, na primeira parte do espetáculo - a parte circense pura - e grande ator e galã na segunda parte, o momento das comédias encenadas. Ele não foi só um “tony” genial, mas frequentemente “clown”, porque, indiferentemente, agradava numa ou noutra função. Ele foi além, foi um inventor, um socorrista, um homem capaz de improvisar sobre a própria desgraça e inovador.

Benjamim foi daqueles palhaços que tinham, nos cartazes, seu nome estampado em letras mais vistosas do que o próprio nome dos circos nos quais trabalhava.

É considerado o “rei dos palhaços”, por muitos palhaços brasileiros; no entanto, morreu no dia 03 de maio de 1954, quase na miséria.

Nenhum comentário:

Conquiste a Paz

Photobucket

Deficiência

Deficiência
Deficiente é aquele que não consegue modificar a vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

Células Tronco

Células Tronco

NOBREZA

NOBREZA

LIBERDADE

LIBERDADE
Porque a liberdade tem que ser uma conquista individual para depois se tornar um enorme plural...

LUNNA

LUNNA
UNA BELLISSIMA LUNA PIENA

Limitação

Limitação
Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: Quero é uma verdade inventada. Clarice Lispecto

OSHO

OSHO
"Cada um é único e incomparável. Você é apenas você mesmo: ninguém nunca foi como você e ninguém nunca será como você. E você também não precisa ser nenhum outro." OSHO

Como uma borboleta

Como uma borboleta
Mas o que realmente era preciso era pensamento positivo. Que poderia ser livre, bem aceita, e voar leve, por onde desejasse. Que pensasse em ser borboleta o tempo todo e tudo poderia ir mudando, até que, mais rápido do que ela imaginasse, ela sairia do casulo, como uma borboleta.

AMOR

AMOR
O ódio revela muita coisa que permanece oculta ao amor. Lembra-te disso e não desprezes a censura dos inimigos.

COLO DE MÃE É UMA DELICIA!

COLO DE MÃE É UMA DELICIA!

PRECE A MÃE TERRA

PRECE A MÃE TERRA
foto

Secret

Secret

Relogio

relojes web gratis

clima

pais on line